Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Presidente do TJRS participa de posses no Conselho Nacional de Justiça

Presidente do TJRS participa de posses no Conselho Nacional de JustiçaMinistro Paciornik, Cons. Guerreiro, Des. Calças, Cons. Keppen, Sec.Ana Amélia, Des. Carlos Duro e Des. Adameck, da esq. para dir.O Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, participou nesta terça-feira da posse do Juiz de Direito Mário Augusto Figueiredo de Lacerda Guerreiro como Conselheiro do Conselho Nacional de Justiça. Guerreiro é o primeiro Magistrado vinculado à Justiça Estadual gaúcha a integrar o colegiado do CNJ.Junto com ele, também tomou posse como Conselheiro do CNJ o Desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná Luiz Fernando Tomasi Keppen. O Presidente do TJRS, Desembargador Carlos Duro, cumprimentou os empossados, desejando-lhes sucesso na nova função. A cerimônia de posse foi comandada pelo Presidente do CNJ e do STF, Ministro Dias Toffoli. O mandato dos Conselheiros é de dois anos, sendo possível uma recondução.A Administração do TJRS também foi representada pelo 3º Vice-Presidente, Desembargador Tulio Martins, e pela Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar.                                                                                                                                                                                                                 Entre outras autoridades, também prestigiaram as posses os Ministros do STF Luiz Fux e Edson Fachin; o Presidente do STJ, Ministro João Otávio de Noronha; o Corregedor Nacional de Justiça, Ministro Humberto Martins; o Ministro do STJ Joel Paciornik; o Secretário-Geral do CNJ, Des. Carlos Vieira Von Adameck; e a Secretária Extraordinária de Relações Federativas e Internacionais do Governo do RS, Ana Amélia Lemos. No Rio Grande do Sul, Guerreiro atuou nas Comarcas de Planalto, Uruguaiana e Sapucaia do Sul. No mês passado, já aprovado, por unanimidade, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado, ele fez visita ao presidente do TJRS. Em seguida, o nome do juiz foi respaldado pelo Plenário do Senado e, posteriormente, pelo rito, nomeado pelo Presidente da República.EXPEDIENTETexto: Carlos Alberto Machado de SouzaAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tjrs.jus.br Publicação em Tue Nov 05 18:32:00 BRT 2019 Esta notícia foi acessada: 20 vezes.
05/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.