Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas debate sobre EAD e as consequências aos estudantes

O presidente da OAB/RS e do Fórum dos Conselhos, Ricardo Breier, coordenou o encontro do Fórum dos Conselhos Regionais e Ordens das Profissões Regulamentadas do Estado do Rio Grande do Sul. A reunião teve como objetivo debater o ensino à distância nas faculdades e as consequências na formação profissional dos estudantes. A iniciativa ocorreu na Sala do Conselho Pleno da Ordem gaúcha na manhã desta quarta-feira (13). De acordo com Breier, a OAB/RS e o Conselho Federal carregam a bandeira de questionar a abertura e a criação de novos cursos de Direito: “A Entidade entende que falta regulamentação específica que autorize a oferta de cursos à distância, e existe uma incompatibilidade entre as diretrizes curriculares da graduação jurídica, que tem a prática como eixo. Por isso estamos trabalhando de forma conjunta, para ganharmos força nessa luta”, afirmou.  Durante a reunião, o presidente da Comissão de Educação Jurídica da OAB/RS (CEJ), Matheus Ayres Torres, pediu para que cada representante apresentasse a realidade da sua categoria, para o Fórum poder atuar na temática do ensino à distância: “É fundamental esse debate, pois ele não tem sido feito em outras localidades, e podemos apresentar algo que tenha repercussão nacional. Isto, é significativo: atuarmos juntos ”, disse. O membro da CEJ, Marcelo Maduell Guimarães, comentou sobre o Censo da Educação Superior de 2018, cujos números de graduação a distância foram de 7,1 milhões de vagas, enquanto em 2017 foi de 4,7 milhões. O diretor da revista eletrônica da Escola Superior da Advocacia da OAB/RS (ESA/RS), Alexandre Torres Petry, ressaltou o papel da educação na formação profissional e pessoal: “A educação é formada pelo ensino, pela pesquisa e pela extensão e precisa ser, cada vez mais, qualificada”, disse. O presidente do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (CREMERS) e vice-presidente do Fórum dos Conselhos e Profissões Regulamentadas, Eduardo Neubarth Trindade, afirmou: “Precisamos ter legislações claras a respeito do ensino à distância. A medicina ainda não será afetada nesse tema, mas endossaremos o apoio do que for decidido por todos”, apontou.
13/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.