Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Conciliarte: Despertando os cinco sentidos nos procedimentos da jurisdição

Conciliarte: Despertando os cinco sentidospara os procedimentos da jurisdiçãoProjeto propõe tornar a jurisdiçãomenos formal através da arteDespertar os cinco sentidos e tornar menos formal a jurisdição através da arte. Com esta tônica, a Juíza de Direito Márcia Kern, que atua nos Juizados Especial Cível e Criminal do Foro Regional da Tristeza, oficializou, na tarde de ontem, 4/11, o Projeto Conciliarte, dentro da Semana Nacional da Conciliação.  O evento foi conduzido e musicado pelo compositor e poeta Richard Serraria, que convidava os presentes a lerem frases da escritora Bibiana Benites - que constam em cartazes afixados nos andares dos Juizados. Todas as mensagens objetivam sensibilizar e evocar sentimentos de paz, harmonia, pertencimento e fraternidade. Serraria fez uma breve reflexão sobre a realidade e a positividade do trabalho executado no Foro, potencializando através da arte resultados positivos no Poder Judiciário. "De forma acolhedora, com arte e poesia, brincando com as palavras", sintetizou.  A arte dos cartazes foi desenvolvida pelo setor de Imprensa do Tribunal de Justiça.Magistradas Márcia Kern e Rosana Garbin ressaltaram a importânciade despertar positividade no lugar da litigiosidadeConciliarteAo saudar os presentes, a Juíza Márcia Kern agradeceu a união e participação dos que abraçaram o projeto Conciliarte. Relembrou quando assumiu sua titularidade jurisdicional no Foro da Tristeza e percebeu a fundamental importância da humanização nos ambientes que envolvem partes do processo, operadores do Direito e funcionários terceirizados. Em sua concepção, através da música, da arte e da poesia é possível despertar sensações positivas e aplicá-las nas demandas jurídicas.Para tanto, os corredores do 7º andar passaram a ter uma playlist musical com versos de paz, esperança e luta para uma vida melhor. Ainda no mesmo local, como também no 2º andar do pavimento, que sedia outras salas de audiências - há artesanato, cartazes da escritora Bibiana Benites e ambiente aromatizado. Segundo a magistrada, a aromaterapia também é uma ferramenta primordial para alcançar resultados positivos. "A gente procura usar cheirinhos aromáticos porque possuímos memória olfativa. Ela é a parte mais expressiva do nosso cérebro. A nossa ideia é de que o aroma deste foro traga recordações boas, de bons ventos. Um vento quem sabe de uma mudança de atitude", projeta. Músico e poeta Richard Serraria destacou importânciade frequentadores do Foro serem acolhidos com arte e poesiaJá sobre as frases de autoria da escritora gaúcha Bibiana Benites, ressalta: "Quando as pessoas lerem essas frases, automaticamente irão refletir sobre os benefícios da conciliação e de que a mudança pode ser interna. Um espaço agradável promove reflexão. Ter obras de arte espalhadas e artesanatos torna o Foro mais alegre e aguça nossos sentidos frente à vida. Não adianta nada eu ir para uma sala de audiências e querer conciliar se eu passo pelo nosso Segurança ou funcionário da limpeza não dispenso um 'bom dia' ou não sei a história que carregam. Então ter esse ambiente é fundamental", celebra Márcia Kern. A Juíza-Corregedora Coordenadora, Rosana Broglio Garbin, falou em nome da Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar, que não pode estar presente, tecendo elogios ao trabalho executado e ao Conciliarte: "Parabenizo por todas essas iniciativas que sempre visam a atender, da melhor forma, nossos jurisdicionados. O projeto chegou a mim, através da colega Márcia, no qual buscamos ressaltar a importância da Semana da Conciliação. Todos os anos vem sendo valorizada essa busca de entendimento entre as partes, ao contrário de acirrar a litigiosidade  que a gente sabe que é tão presente na nossa sociedade, como um todo. A ideia é de humanização e o dia de hoje é também de marcar o início desse movimento. E nada melhor que a arte para promover resultados positivos com poesia e espaço de acolhimento."  Integrantes do Foro da Tristeza......e Juízas-Corregedoras prestigiaram o lançamento do projetoOficina de artesanato para terceirizadasNa oportunidade, a Juíza Márcia Kern frisou o valor da oficina de artesanato, com materiais doados, oferecidos para as terceirizadas. Comemorou o aumento da autoestima das funcionárias e da troca de experiências da vida e da arte. Para a funcionária terceirizada Adriana Vieira da Silva - que atua há 11 anos no Foro Regional da Tristeza - a oficina de artesanato surgiu como um presente. "É uma terapia. Eu não esperava ter esta oficina. Está sendo muito diferente e bom demais. Sinto prazer, pois tenho aprendido bastante, como o fuxico. Aprendemos, conversamos, tudo no horário do almoço", conta timidamente. Márcia Kern lembrou o valor de todos os integrantes do Foro que através de seus trabalhos, acolhem o público. E elogiou as terceirizadas, agora artesãs: "O pessoal do terceirizado é que deixa o espaço apto para podermos desenvolver nosso trabalho. E apto 'invisilvemente' e agora visivelmente, pois tornaram-se artesãs promovendo trabalhos lindos." Além de cartazes com frases poéticas, artesanato, música ambientee aromaterapia nos ambientes do Foro compõem o projetoNa cerimônia estavam também presentes as Juízas-Corregedoras Clarissa Costa de Lima, Gioconda Fianco Pitt e Geneci Ribeiro de Campos; a Promotora de Justiça Titular do JECRIM, Diane Tagliari; a Coordenadora do CAP, Elaine Marques Parente; o artista Richard Serraria; Juízes Leigos, servidores, estagiários, conciliadores e funcionárias terceirizadas.No Foro da Tristeza as salas de conciliação do cível ficam no 2º andar e as do crime, no 7º andar. EXPEDIENTETexto: Fabiana FernandesAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tjrs.jus.br Publicação em Tue Nov 05 12:55:00 BRT 2019 Esta notícia foi acessada: 51 vezes.
05/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.