Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Breier recebe vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, recebeu na manhã desta sexta-feira (12), o vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado, Ranolfo Vieira, no gabinete da presidência da seccional gaúcha. O encontro teve como objetivo a apresentação do Programa RS Seguro, que promove o aprimoramento da gestão na Segurança Pública e a busca contínua e sustentável da redução da criminalidade no Rio Grande do Sul. Breier elogiou a qualidade técnica do plano, bem como seu viés estratégico e premissas. “É fundamental termos um plano de Estado e não de governo, pois os governos passam e, independente disso, o cidadão precisa se sentir seguro. É fundamental um plano que integre inteligência e investimento qualificado, para prestar um melhor serviço e efetivamente reduzir a violência”, pontuou Breier. O dirigente seccional aproveitou a ocasião para relembrar o caso do advogado Itomar Dória, assassinado dentro de seu escritório em Taquari. Ranolfo ressaltou que as investigações estão sendo acompanhadas de perto pela chefe de Polícia, Nadine Anflor. “O RS Seguro foi criado em um contexto de aumento dos indicadores de criminalidade e uma reduzida capacidade de investimento do Estado”, disse Ranolfo. “Nós não podemos basear as políticas públicas para segurança apenas na expansão do gasto. Vamos priorizar políticas públicas com maior retorno social”, explicou o vice-governador. Em 10 anos: 550 mil mortes no País Nos últimos 10 anos, o País registrou mais de 550 mil vítimas de homicídios. Só no Rio Grande do Sul, foram mais de 24 mil pessoas assassinadas nesse período, com impactos em todas as esferas da sociedade. Em 2016, por exemplo, em torno de 54% dos homicídios, no território nacional, vitimaram jovens entre 15 e 29 anos. Segundo o Relatório de Conjuntura nº 4 da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, a perda da capacidade produtiva diante da morte precoce de jovens foi de R$ 450 bilhões entre 1995 e 2015. Por fim, Ranolfo apresentou os principais eixos do programa, que são: Políticas Sociais Preventivas e Transversais; Combate ao Crime e Qualificação do Atendimento ao Cidadão. Também participou, o chefe de gabinete da presidência, Júlio César Caspani.
12/04/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.